Destaques, Sociedade / julho 22, 2018

4 MOTIVOS PARA CONTINUAR TORCENDO PELA SELEÇÃO BRASILEIRA

Pois é rapaz, França ganhou o mundial, Brasil saiu da copa cedão, canarinho pistola ta mais pistola ainda e pra quem gosta de futebol ou só tava acompanhando por conta da seleção mesmo da um tristeza sim. A maioria dos brasileiros já estava sonhando com o Hexa ali na palma da mão, botando fé que o menino Ney e cia ia dar um jeito de melhorar esse astral do país, que convenhamos não está dos melhores já tem um tempo.

Mas não deu certo, os diabos vermelhos passaram a rasteira na gente, mandaram os BR pra casa mais cedo e vida que segue. Mas mesmo assim, mesmo na derrota amarga que ficou, temos motivos pra continuar torcendo por essa seleção, por essa amarelinha que já deu tanta alegrinha pra gente. E listei aqui alguns motivos que explicam isso:

1 – A GENTE TEM O TITE PÔ! (SQN)

Fecha com nóis Pai Tite (Fonte: CBF)

Adenor Leonardo Bacchi, sem tem alguém que eu queria que ganhasse essa copa, esse alguém era o Tite. Tem vários jogadores que mereçaram também, como o Thiago silva, muito criticado na copa do Brasil, o monstro Miranda que junto com o Thiago e Coutinho para mim foram os melhores da seleção na copa. Mas seu Adenor tem um lugar cativo no meu coração. Esse cara é o cara! Desde a época de Corinthians eu já admirava o Tite não só pelo técnico, pelo profissional que foi se aperfeiçoando ao longo dos anos, mas pela maneira que ele lida com as inúmeras situações e como ele leva tudo isso da melhor forma possível, abraçando o time, cativando, animando e protegendo. Pique paizão manja? Não deixa de dar bronca, te cobra o melhor, exige, mas te protege, te ajuda, e te da conselhos que se leva pra vida toda. Da para ver bem que o Tite é assim, a comunicação dele, seja com os jogadores, mas com a imprensa e torcida, sempre vai na linha da sinceridade, da objetividade e acima de tudo humildade. (percebeu a titeabilidade nas palavras?) Para reconhecer erros, melhorias, acertos e agradecer. Quer exemplo de treinador melhor que esse?

Resta saber, se depois do merecido descanso o paizão tite vai querer continuar ou não como técnico da seleção. #FICATITE

 

2 – RESGATAMOS ALGO PERDIDO

Ta no caminho certo, só vai! (Fonte: freepik.com)

Eu não sei você jovem, senhor, criança, ou vovozinho que ta lendo isso (se é que tem alguém lendo), mas fazia um bom tempo que eu não tinha gosto de assistir um jogo da seleção depois daquele 7×1. Não só por conta disso, mas por toda a situação da política e da sociedade nos últimos anos, a vontade de acompanhar a copa, de ver a seleção jogando não era das maiores. Percebi que essa “coisa” de torcer pela seleção do país tá muito ligada ao nosso senso de patriotismo, e convenhamos, cercados de tantos problemas internos, fica difícil levantar e gritar “EU SOU BRASILEIRO, COM MUITO ORGULHO, COM MUITO AMOR”.

Mas, depois de ver os primeiros jogos da seleção, ver o Brasil ganhando (não convenceu muito no primeiro jogo é verdade), porém, é a SELEÇÃO BIXO! Único país pentacampeão. Nós precisamos reconhecer isso, precisamos reconhecer o quanto o nosso futebol foi bom, e pode ser melhor, mesmo com todos os problemas, o futebol acaba sendo um reflexo da nossa sociedade. Somos um país com oportunidades, um país que pode crescer e muito e temos potencial pra isso. Mas também, temos nossos problemas, nossos erros e fragilidades. E a seleção não está muito diferente disso. Mas sempre podemos melhorar.

 

3 – VOCÊ GOSTANDO OU NÃO, SOMOS O PAIS DO FUTEBOL

Você, é, você ai, que viaja pra fora do país, com a molecada no meio do ano, no final do ano, no feriado do meio do ano. Você que viaja a trabalho, viaja de férias, que economizou vários anos pra viajar pra Irlanda (porque virou modinha agora brasileiro ir pra lá né?) desculpa amigos que foram pra lá.
Enfim! Você BR que já teve a oportunidade de conhecer esse mundão de meu Deus, no momento em que falou pra algum gringo que é do BRASIL, o que eles falaram?

– Oi, eu sou do brasil.
– Opa, Brazil? Samba? Carnaval, futebol! Pelé, Neymar!

É meus amigos, aonde você for, você é futebol, você pode ser o cara mais zero a esquerda com a bola, mas se souberem que é BR os caras vão achar que você é Garrincha de Dublin. Ta amarrado na gente isso, e não é à toa.

Menino futebolista gente! (Fonte: Conexão Jornalismo)

Somos o país do futebol, falamos de futebol, vivemos em meio a ele, quem não sonhou, em ser um jogador de futebol? (Até o Samuel Rosa sim, certeza) –

Infelizmente ou felizmente, é isso que as pessoas fora do nosso país pensam inicialmente, e não é errado ou fazer pouco de nós antes que os mais insatisfeitos com essa visão comecem, é apenas uma maneira de sermos enxergados. Assim como os japoneses são conhecidos por serem bons na tecnologia, os alemães por fazerem guerra, opa cerveja, os franceses pelo croissant e os americanos por serem gordos e fazerem uns filmão. É assim que os países se veem nós gostando ou não, basta reconhecermos o melhor que isso pode ser para o país e abraçar essa característica, essa irreverência, porque são dessas coisas que um país é feito, é construído. De sua cultura, sua forma de levar as coisas, de sua personalidade e mentalidade. E modéstia à parte, mesmo cheio dos problemas, os BR são foda. Um povo que faz piada da própria desgraça é pra poucos.

 

4 – O FUTEBOL É UMA FACE SIGNIFICATIVA DO BRASIL

Se tivesse esse time ai não tinha perdido. Não, pera…(Fonte: CinePop)

É isso mesmo, o futebol é um bom espelho da sociedade tradicional brasileira (e da não tradicional também). Somos um belo reflexo disso tudo, alguns podem até dizer “mais eu não gosto de futebol, to pouco me lixando pra esses jogadores que ganham rios de dinheiro”, você está certo, tem o direito de não gostar, estamos em um país livre que respeita a vontade e a liberdade de escolha de cada indivíduo não é mesmo? (SQN). Mas, não podemos deixar  de ressaltar, o quão importante esse esporte acaba sendo uma representação desse brasilzão. Como ao mesmo tempo que queremos ir nas ruas torcer pela seleção, levantar a bandeira, chamar o Neymar de Foda, dar um beijo na careca do Miranda, basta um vacilo, uma escorregada…Pronto! Já são um bando de fdp mercenário, que estão cagando pra Copa e pro povo brasileiro.

Essas reações bem 8 ou 80 retratam um pouco da nossa sociedade da nossa torcida seja pelos clubes de futebol, mas também pela seleção brasileira. São essas coisinhas, esses detalhes, que fazem a torcida do Brasil ser quem é. Poderia ser menos louca e mais pé no chão? Poderia e quem sabe, refletindo, revendo ações. Ações essas que recentemente não tem sido das mais legais com alguns jogadores…Não promovemos uma caça às Bruxas, porque já tivemos uma no passado e temos provas que não levou a nada, mas promovemos um meio de campo, um cobrar e olhar pro próprio umbigo. Como eu tenho me comportado em relação a tudo isso? Um jeitinho mais Tite de ser, um cara que tenta fazer um equilíbrio melhor e mais harmonioso. Só assim, nós venceremos. Não é só pelo futebol arte, pela alegria, por sermos os pentacampeões. Mas para sermos um povo mais tolerante, respeitoso e acima de tudo que valoriza o melhor que temos: as pessoas. E na palavras do próprio seu Adenor, darmos justificativa as nossas conquistas: “Não foi sorte, Foi merecimento”.

E ai, gostou? Acho que foram poucos argumentos ou que não foi o suficiente? Ttem um videozinho maroto desse cara que vai te fazer refletir mais e ainda por cima rir (inclusive foi nesse vídeo que me inspirei pra fazer esse post e “roubei” algumas…frases). E me ajuda divulgando esse post, vai que o menino Lucas Gutierrez vê.

Alô Lucão, quero minha pizza.

por Hélio Santos


Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

A vida Urbana • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por