Sociedade / Março 12, 2015

Mudando um pouco…

Hey urbanos!

Pequena noticia para dar hoje. Como de costume e já informei em um posto aqui:

https://urbanaviida.wordpress.com/2015/01/21/programacao-2015/

Fiz uma pequena programação para as postagens ficarem mais frequentes ao longo do ano. Porém, a vida, as pessoas e o nosso tempo livre também.

Dito isso, só queria anunciar que as postagens antes feitas todas as quartas-feiras serão alteradas para as Quintas-feiras. Sim Lombarde para as Quintas-feiras! Digamos que seja uma pequena experiência e que acredito que seja melhor e mais proveitoso para mim e para as pessoas que aqui “perdem” alguns minutos de suas vidas.

Bem, é isso. Semana que vem programação nova!

Noite tuurma!

por Hélio Santos
Projeto 6 on 6 / Março 06, 2015

Projeto – 6 on 6 (Março)

Chegamos a março, chegamos no dia 06 e a mais uma postagem do 6 on 6. Esse mês já começou com um tema meio desafiador pra mim, cores. A primeira coisa que veio a minha mente foi “como vou conseguir focar em uma única cor em fotos?” não tinha a menor ideia de como fazer isso, de qual cor escolher, de quais fotos tirar e como tirar. Enfim! Mil dúvidas surgiram até que eu conseguisse chegar a um consenso. Resolvi por fim trazer uma cor que particularmente não sou muito fã mais que o seu significado é muito profundo e reflexivo pra mim. Na viagem que fiz em Fevereiro pude presenciar, ver, sentir como o verde faz parte da nossa vida, e como em contato com tanta natureza me trouxe uma tranquilidade e calma que não sentia a algum tempo. Além de representar a natureza e todo ser selvagem o verde pode significar para alguns esperança. Esperança de uma vida melhor, de pessoas mais sensíveis que saibam respeitar a diferenças, esperança que possamos ser pessoas cada vez melhores.

Enfim, já escrevi demais para um post sobre fotos, então vamos a elas:

Imagem 03

Acho que estraguei o momento do casal…

Imagem 04

flagrando a caminhada da minha mãe…

Imagem 05

flagrando o menino tomando um banho do chafariz…

Imagem 06

apesar de muita natureza ainda temos uma parte mais “urbana”

Imagem 01 Imagem 02

E por fim esse foi o 6 on 6 de março..espero que o próximo tema seja menos difícil. Se bem que, os desafios são bons, assim você pode superá-los e aprender com as dificuldades que passou.

Até o próximo mês com uma nova postagem e abaixo estão os blogs das meninas  que estão no projeto comigo, visitem!

Bárbara: www.cafecombabis.com.br
Mila: http://rainhadodrama.com
Bianca: www.apenascoisinhas.com
Karol: www.infinitanowhere.com
Marianne: http://meninadepalavra.com

por Hélio Santos
Sociedade / Fevereiro 09, 2015

A antiga arte de escrever

Fonte: Divulgação/Google

Fonte: Divulgação/Google

As vezes, só o fato de escrever relaxa, me deixa leve. Como se as palavras que vão saindo pela tinta da caneta (ou pela tela do computador) fossem esvaziando meus pensamentos e as deixando registrados em um pedaço de papel (ou documento do word). É como se fosse uma transferência, mas,em alguns dias nem sempre essa transferência é bem sucedida e em outros ela demora muito tempo para acontecer, em certos momentos tempo demais e isso me irrita um pouco. O sentimento de frustração toma conta, essa é a hora de parar, tomar uma xícara de café forte, ouvir uma música, ficar em devaneios nos meus pensamentos até sentir que é o momento de recomeçar, quando menos se espera, lá estão as palavras, formadas diante dos meus olhos, e antes que perceba o texto está pronto. Nem sempre a satisfação vem de imediato, ainda mais sendo auto crítico da forma que sou, mas depois de ter minha briga interna, consigo olhar um texto e dizer: “Agora está pronto”. E essa é uma das melhores sensações, a de dever cumprido, de trabalho bem realizado.

E acredito que esse seja um dos motivos pelo qual escrevo. De fazer algo de que gosto e que considero fazer da melhor forma possível. Claro que não sou o melhor nisso, (e nunca vou ser), mas saber que assim como outras pessoas eu também consigo é algo realizador. Chega a ser até um pouco terapêutico, ter um lugar aonde se possa “descarregar” os sentimentos, as angustias, as duvidas, pensamentos, reflexões e convicções. Poder dividir isso com outras pessoas e entrar em debates sobre diversos assuntos, saber da opinião de outras pessoas e se identificar com elas é algo que tenho a oportunidade de realizar quando escrevo.

Acho que nunca vou conseguir chegar em um consenso do que é escrever de fato, e a importância que isso tem na minha vida. O ser humano está sempre em constante mudança, assim como tudo aquilo que o cerca. Mas, acredito que escrever sempre será fundamental na minha vida e algo que jamais quero parar.

A antiga arte de escrever é isso, as vezes complexa, as vezes simples. As vezes misteriosa, as vezes fácil de ser desvendada, as vezes parece que nada vai se encaixar e quando menos se espera, lá estão as palavras, trazendo sentimentos e sentido a ideias que se fosse ditas não seriam expressadas da forma que são apenas…escrevendo.

por Hélio Santos
Projeto 6 on 6 / Fevereiro 06, 2015

Projeto – 6 on 6

Olá Urbanos!

Quem acompanha o blog a algum tempo sabe que as postagens normalmente acontecem de segunda e quarta. Bem, hoje estamos abrindo uma exceção. Estou participando de um projeto fotográfico muito legal chamado “6 on 6”. Pra quem não conhece explico:  o 6 on 6 consiste em 6 blogueiros postarem 6 fotos todo dia 6 de cada mês. Cada mês pode ter um tema especifico ou não. Nesse mês, decidimos que o tema será livre, então eu decidi postar fotos de coisas que ando fazendo nas férias e que pretendo concluir nelas. Vamos as fotos:IMG_0883IMG_0884

IMG_0885

IMG_0886

IMG_0887

IMG_0888

1 – São três livros que pretendo ler nessas férias. Muito? Acredito que não, pra quem já leu a trilogia Jogos vorazes em duas semanas três livros em 30 dias não é tanto assim.

2 – Parece meio retrô mais eu gosto de escrever não só em uma tela do word, mas escrever com papel e caneta é algo que ainda cultivo e gosto. Sinto que essa prática tem se tornado algo que está ficando extinto e me sinto meio que um mestre samurai que aprendeu uma técnica antiga que poucos conhecem.

3 – Um dos meus maiores vicios nessa vida. Café é algo que sim me relaxa, e muitas vezes me da tranquilidade pra para, pensar e tomar certas atitudes.

4 – Tocar violão é algo que ando meio enferrujado mais pretendo retomar nas férias, a música sempre fez parte da minha vida e resgatar isso é muito bom.

5 – Estudar inglês tem se tornando algo prazeroso e ao mesmo tempo desafiado pra mim, sempre vi o inglês como algo distante na minha vida e agora que tenho ele praticamente todos os dias, sinto que perdi muito tempo e deveria ter começado bem antes.

6 – Por último mais não menos importante, o maior prazer de estar de férias é descansar claro.Saber que não tenho hora pra acordar nem pra dormir, que posso passar o dia vendo filmes, ou na internet com certeza não tem preço!

Bom, é isso. Quero deixar bem claro que não sou nenhum profissional (é claro que já perceberam isso pelas minhas fotos), é apenas uma maneira de mostrar um pouco mais de mim. Espero que tenham gostado das fotos, pra mim é meio complicado mostrar tanto da minha vida, mas ao mesmo tempo é bom dar essa abertura para que outras pessoas possam me conhecer melhor.

Até o próximo mês com uma nova postagem e abaixo estão os blogs das meninas  que estão no projeto comigo, visitem!

Bárbara: www.cafecombabis.com.br
Mila: http://rainhadodrama.com
Bianca: www.apenascoisinhas.com
Karol: www.infinitanowhere.com
Marianne: http://meninadepalavra.com

por Hélio Santos

A vida Urbana • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por